top of page
  • PMB

Secretaria de Saúde vai intensificar fiscalização contra a dengue com notificações e multas



Foto: Arquivo Prefeitura de Batayporã.

A Secretaria Municipal de Saúde de Batayporã prepara força-tarefa para intensificar a fiscalização contra a dengue a partir da próxima segunda-feira (19). Agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde irão percorrer os domicílios realizando orientações e, nos casos necessários, notificações de irregularidades. O objetivo é conscientizar a população para que realize a limpeza de quintais e terrenos eliminando focos do aedes aegypty, mosquito transmissor da doença.

"Apesar desse trabalho ser contínuo, separamos um período para reforçar as ações. É importante frisar que, após a notificação, se o morador não tomar as medidas necessárias, é aplicada multa. Não basta eliminar focos já encontrados, é preciso eliminar os objetos que podem abrigar novos focos, como sucatas, pneus, pratos e vasos de plantas, telhas, lixo e entulho", explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Angela Rocha.

Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MS), até o último dia 10 de fevereiro, Batayporã acumula 8 casos prováveis de dengue e está na 35ª posição entre os 79 municípios de Mato Grosso do Sul em termos de incidência da doença, que é calculada com base no índice populacional e o número de casos registrados.

Mesmo com a incidência ainda considerada baixa, os cuidados devem ser redobrados. "O período de calor e chuvas é propício para o surgimento de focos. O ciclo de reprodução do mosquito é muito rápido. Em questão de dias, os ovos eclodem, se tornam larvas e mosquito adulto. Uma picada já transmite o vírus", complementou Angela.

Sintomas

Os sintomas da dengue podem variar de leve a grave e geralmente começam de 4 a 10 dias após a picada do mosquito infectado. Os principais sintomas incluem: febre alta, dor de cabeça intensa, dor atrás dos olhos, dores musculares e articulares intensas, fadiga extrema, náuseas e vômitos, erupção cutânea e sangramento leve, como sangramento nasal ou gengival.

Em casos graves, conhecidos como dengue grave ou dengue hemorrágica, os sintomas podem piorar e levar a complicações sérias, como hemorragias nasais ou gengivais intensas, dor abdominal intensa, vômitos persistentes, acúmulo de líquidos (ascite), dificuldade respiratória, sangramento de mucosas e sinais de choque (pulso fraco e pressão arterial baixa). A doença pode levar à morte.

Comments


bottom of page