top of page
  • PMNA

Programa habitacional reconstrói 8 moradias condenadas em Nova Andradina

Quatro moradias serão entregues na próxima semana; a iniciativa parte de um convênio entre Prefeitura e Governo do Estado


Resgatar a dignidade e o direito da família de poder habitar uma casa novinha, que ofereça segurança e aconchego, a partir da substituição da estrutura precária por uma nova construção que acolha as necessidades de um lar. Esta é a proposta do Programa Habitacional de Substituição de Moradias Precárias, realizado em Nova Andradina por meio de um convênio entre Prefeitura e o Governo do Estado.


Na manhã desta quinta-feira (26), o prefeito Gilberto Garcia, acompanhado do secretário de infraestrutura, Julio Cesar Castro Marques e do diretor da Agência de Habitação de Nova Andradina (Agehnova), Luciano Leal, visitaram duas das oito unidades habitacionais em construção no município.

“Estamos muito ansiosos para entregar estas novas moradias e mais ansiosas ainda, estão as famílias que aguardam pela felicidade de viver em seus novos lares, sem precisar deixar o seu território, a sua vizinhança. Habitação é nossa prioridade porque oferece dignidade e qualidade de vida para os munícipes” disse o prefeito.


Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Júlio César Castro Marques, quatro construções estão em fase de ajuste final, com previsão de ser entregues na próxima semana. As demais moradias em construção deverão ser entregues na segunda quinzena de novembro.


Para participar do programa, o beneficiário precisa ser proprietário do terreno ou o mesmo estar em nome do município. A seleção é realizada através de relatório social e é necessário que o munícipe se enquadre no perfil do programa.


Representante familiar e endereço das casas em construção:

Maria de Lourdes Alves da Silva, moradia localizada na avenida José Heitor de Almeida Camargo, 2434;

Sandra Regina Rebetti, Rua Anaurilandia, 122;

Maria de Lourdes Vasconcelos, Rua Batayporã, 150;

Otacílio Chaves Oliveira, Rua Joaquim Sampaio Neto, 402;

Solidária Maria Fiel de Sá, Rua Senador Auro de Moura Andrade, 349;

Izabel Machado da Costa, Rua Senador Auro de Moura Andrade, 2288;

Maria Dormelia dos Santos, Rua Junishi Nakamura, 122;

José Ancelmo de Lima, Rua Alcides Menezes de Faria, 918.


O programa é custeado com participações iguais dos entes envolvidos (50% dos recursos do município e 50% do Estado). A obra consiste na construção de casas de alvenaria em substituição às casas de madeira ou material deteriorado em situação condenada. Para qualquer informação é só entrar em contato na Agehnova, a sede fica localizada na Av. Antônio Joaquim de Moura Andrade, 1010.




Comments


bottom of page