top of page
  • EnfoqueMS

Prazo para solicitar isenção da taxa dos Vestibulares UFGD 2024 termina neste domingo


Os candidatos ao Vestibular 2024 (PSV 2024 – Geral) e ao Vestibular da Licenciatura em Letras-Libras EaD (Língua Brasileira de Sinais) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) têm até domingo (06/08) para solicitar a isenção (gratuidade) da taxa de inscrição.


A taxa tem o valor de R$ 120, porém, existe a possibilidade de entrar com o pedido de gratuidade desse custo, quando o vestibulando está nas seguintes situações:

– com família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e que cursou o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada;

– com renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa (R$ 1.980,00) e que cursou o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada;

– indígena, quilombola, pessoa com deficiência, transexual, transgênero, travesti ou não binário que tenha estudado todo o ensino médio em escola pública ou tenha sido bolsista integral em escola privada;

– cursando, em 2023, o terceiro ano do ensino médio em escola pública;

– estrangeiro que está no Brasil na condição de refugiado, asilado, apátrida ou com qualquer outro visto de acolhida humanitária.

Assim, a UFGD ampliou os grupos com direito à isenção nos vestibulares de 2024, já que as edições anteriores envolviam somente o CadÚnico e a renda familiar.


COMO SOLICITAR

Para demandar esse benefício é preciso, primeiro, realizar a inscrição no vestibular, pela Área do candidato, e clicar em “ISENÇÃO”. Em seguida, o candidato vai preencher o formulário de isenção e enviar pela internet os documentos indicados no formulário. Ou seja, a partir dos dados que o candidato inserir no formulário é que o sistema vai indicar quais serão os documentos necessários para comprovar a situação econômica. Para facilitar, sete documentos estão disponíveis logo no início das páginas dos vestibulares; são as declarações de renda, de ausência de renda, de recebimento de pensão alimentícia, de estudante de escola pública, de identidade de gênero e de pertencimento étnico indígena ou quilombola.


No dia 22 de agosto, a UFGD vai divulgar a lista de pessoas que tiveram o pedido de isenção aceito (deferido). Quem tiver o pedido de isenção negado (indeferido) poderá pedir recurso nos dias 23 e 24 de agosto, com a possibilidade de mandar documentos que possam ter faltado no primeiro envio. Se mesmo assim o recurso não tiver sucesso, o candidato tem até 4 de setembro para fazer o pagamento da taxa de inscrição de R$ 120, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), em qualquer agência bancária, durante o horário de expediente do banco.


Para entrar na UFGD, a única cobrança feita é essa taxa de inscrição no vestibular, já que todos os cursos são gratuitos, isto é, não é necessário o pagamento de nenhuma mensalidade.


VESTIBULARES

Esses dois processos seletivos oferecem 816 vagas, são 786 vagas em 32 cursos de graduação presencial pelo Vestibular 2024 e 30 vagas pelo Vestibular da Licenciatura em Letras-Libras, que prioriza a entrada de estudantes surdos.


Muitas das pessoas que podem pedir isenção de taxa também têm direito a vagas reservadas (cotas) no vestibular. Do total de vagas oferecidas, aproximadamente 50% são reservadas para estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública, com recorte sobre a renda familiar e cotas para negros (pretos e pardos), indígenas e pessoas com deficiência, conforme o último censo populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a legislação sobre as cotas nas universidades federais.


Além desses vestibulares, outros processos seletivos estão com inscrições abertas: o Vestibular da Licenciatura em Educação do Campo – LEDUC (60 vagas) e o Vestibular Digital (354 vagas em 19 cursos). No entanto, o vestibular do LEDUC não cobra taxa de inscrição e o Vestibular Digital segue outro cronograma, com prazo para os candidatos solicitarem a isenção até 16 de outubro.


LINKS

Comments


bottom of page