top of page
  • G1 MS

Perigo na pista: em 1 mês, 5 pessoas morrem nas rodovias de MS em acidentes envolvendo antas

Mortes entre 16 de dezembro de 2023 e 15 de janeiro de 2024 na BR-262 e na MS-040 ligaram o alerta sobre a segurança nas rodovias do estado


As mortes de cinco pessoas ligadas a acidentes entre antas e veículos na BR-262 e MS-040, em trechos de Mato Grosso do Sul, levantaram alerta dos especialistas. Para as pesquisadoras da Iniciativa Nacional para a Conservação da Anta Brasileira (INCAB), a recorrência dos registros não é novidade. Veja o vídeo acima.


O levantamento do INCAB mostra que cinco mortes foram registradas entre os dias 16 de dezembro de 2023 e 15 de janeiro de 2024. Todas as mortes possuem uma ligação: foram em rodovias de Mato Grosso do Sul e são acidentes envolvendo antas, maior mamífero terrestre da América do Sul.


“A colisão com antas em rodovias é uma problemática multifatorial. Primeiramente, o problema está diretamente relacionado com a segurança dos usuários dessas rodovias estaduais e federais. É um animal de grande porte, estamos falando entre 200 e 300kg, de forma que a colisão entre um veículo e uma anta é um grande acidente com consequências muito sérias", explica a coordenadora da INCAB-IPÊ, Patrícia Medici.


A especialista também comenta sobre as perdas, sejam materiais ou para a fauna e flora de Mato Grosso do Sul. A coordenadora do projeto contextualiza a importância das antas para a boa conservação do ecossistema do estado.

Comments


bottom of page