top of page
  • JD1

Pacote de obras de Riedel destinará quase R$ 4 bilhões a municípios

O governador Eduardo Riedel lançou, nesta segunda-feira (22), em cerimônia no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, o programa “MS Ativo – Municipalismo”, onde foi feita a entrega de um pacote de obras no valor de R$ 3,96 bilhões para todos os 79 municípios do Estado.

Segundo Riedel, esta primeira etapa, que contará com investimentos de R$ 500 milhões, voltados para as áreas de infraestrutura, educação, saúde e inclusão social, só foi possível pela organização da classe política de MS, que alcançou, “além da maturidade política, uma maturidade de gestão”.

As melhorias, que devem ser atendidas por meio do novo programa são referentes às reivindicações dos prefeitos, que apresentaram suas prioridades ao governador em reuniões desde o início de 2024.

“Nesse começo de ano nós sentamos também com cada um dos prefeitos, das prefeitas, vereadores, vereadoras, que estiveram conosco apresentando projetos, demandas, prioridades dos municípios. Nossos parlamentares estaduais participaram de boa parte desse processo, cada um com sua afinidade política, mas tiveram presença”, detalhou o governador.

Apesar dos investimentos em mais diversas áreas, Riedel ressaltou que, atualmente, a “prioridade é a pavimentação dos municípios”, que receberá um investimento de R$ 7 bilhões.

Estes investimentos, no entanto, segundo o governador, se estenderão por muitos anos, com expectativa de serem concluídos somente após o fim de seu mandato. “Esse é um processo longo. [...] Não é nesse ano, nesse ano avança muito, mas falta muito para a gente conseguir concluir isso”, explicou o chefe do executivo sul-mato-grossense sobre o processo.

Riedel afirmou que os termos de adesão começarão a ser enviados nesta terça-feira (23), e que cada município terá a autonomia de escolher participar ou não do programa. “Nós estamos, a partir de amanhã, enviando aos municípios os termos, aí a adesão ou não de cada município é de deliberação deles. O nosso principal argumento é essa melhoria que ele [município] vai ter dentro da política pública dele. O nosso objetivo é atingir o máximo de pessoas possíveis dentro daquela ação de política pública”, afirmou.

Vale ressaltar que o Programa Municipalismo Ativo terá três fases. As demais etapas serão de criação de programas para as obras e sistema de cooperação com monitoramento dos resultados. O objetivo é garantir a eficiência na conclusão dos trabalhos, além de acompanhar o cumprimento dos prazos.

Os investimentos envolvem obras de infraestrutura, sendo: R$ 708 milhões já executados; R$ 1,5 bilhão em execução; R$ 223 milhões em contratação; e R$ 941 milhões em análise. Na pasta da Educação são R$ 106 milhões investidos. Enquanto na Saúde são R$ 6,4 milhões na saúde digital; R$ 563 milhões na atenção primária; e R$ 9 milhões na assistência social.

O evento contou com a presença dos prefeitos de 75 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Os demais justificaram estarem viajando.

Capital e Dourados

Parte significativa dos investimentos do programa ocorrerão em Campo Grande e Dourados, municípios que, juntos, representam quase a metade da população do Estado.

Na Capital, entre as obras previstas, estão a revitalização da Avenida dos Cafezais e pavimentação e drenagem do novo acesso às Moreninhas. Também há o pagamento de contrapartidas para a liberação de obras federais na área de habitação e urbanismo.


Коментарі


bottom of page