top of page
  • JD1

Operação da PF combate estelionato nas cidades de Dourados e Nova Andradina

Os criminosos alegaram que os valores arrecadados eram destinados para instituição de caridade


Visando combater o estelionato e uso de documentos públicos falsos, a Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (24), a Operação FAKE ID PF nas cidades de Dourados e Nova Andradina, mas com alcance em todo o Brasil.


O nome da operação FAKE ID PF, faz referência ao uso pelos criminosos de identidades funcionais da Polícia Federal falsas.


As investigações tiveram início após a constatação que criminosos usavam perfis em redes sociais, com imagens de Policiais Federais, para a venda de produtos supostamente apreendido pela Receita Federal do Brasil, na maioria eletrônicos de grande valor.


Membros da associação criminosa agia na falsificação de documentos funcionais da Polícia Federal e na divulgação em redes sociais, enquanto outros dedicavam-se a receberem os valores das vendas das mercadorias, por meio de PIX.


Inclusive, durante as investigações, ficou evidenciada a participação de pessoa que atualmente está presa.


Os principais crimes investigados são estelionato, falsificação de documento público, uso de documento falsos e crime de associação, além de outros crimes ainda sob investigação. Somadas as penas desses crimes podem chegar a 20 anos de prisão.


Os criminosos alegaram que os valores arrecadados com a venda dos eletrônicos eram destinados para instituição de caridade.

Comments


bottom of page