top of page
  • JD1

Nova Andradina recusa presídio federal

Prefeito José Gilberto Garcia, diz que "ouviu a sociedade" e já avisou o secretário de Segurança

Após publicação desta sexta-feira (15), no Diário Oficial da União, que oficializa o repasse do Ministério da Justiça e Segurança Pública para a construção de um presídio em Nova Andradina em Mato Grosso do Sul, o prefeito José Gilberto Garcia, garantiu que a população não aceita a unidade carcerária.

A medida assinada pelo Ministro Flávio Dino, prevê o repasse de R$ 60 para a construção de quatro unidades prisionais de baixa complexidade, sendo duas em Campo Grande, uma em Jardim e uma em Nova Andradina.


Ao JD1, o prefeito de Nova Andradina declara que a medida não agrada os moradores. "Reunimos a classe política, funcionários públicos e tomamos decisão de não querer instalação do presídio em nosso município", relatou Gilberto Garcia.


Gilberto Garcia inclusive informou que já conversou sobre o assunto com o secretário de Justiça e Segurança do Estado, Carlos Videira, alegando que o município não tem interesse nesse presídio. A preocupação é que a instalação aumente a criminalidade na região.


No início do mês, a Câmara Municipal de Nova Andradina, propôs, por meio de

requerimento, a realização de Audiência Pública para discutir a construção de um presídio.


Na justificativa, os vereadores consideram que o tema levanta muitos questionamentos, sendo primordial que haja audiência pública a fim de publicizar os pros e os contras do empreendimento. No entanto, Garcia garante que não há motivo para audiência, pois não irão "aceitar" o presídio.

Comments


bottom of page