top of page
  • PMNA

Nova Andradina planeja tornar cruzamento de avenidas em cartão postal

Projeto urbanístico de mais de R$ 2 milhões construirá ciclovias integrando as praças que configuram o cruzamento entre as avenidas Antônio Joaquim de Moura Andrade e Eurico Soares de Andrade

Nova Andradina se prepara para uma significativa transformação em sua infraestrutura urbana com a revitalização das avenidas Antônio Joaquim de Moura Andrade e Eurico Soares de Andrade, incluindo a construção de ciclovias. Com previsão de início em fevereiro na área central que interliga as vias, a obra já está em andamento, marcando um avanço no projeto de mobilidade urbana.


O investimento totaliza R$ 2.174.935,40, provenientes dos cofres municipais e do Governo Federal. A equipe técnica da Secretaria Municipal de Infraestrutura é responsável pelo projeto urbanístico, que abrange 4 quilômetros de extensão e uma largura de pista construída em 2,5 metros.


O trecho da ciclovia conecta a rotatória da MS-134, na saída para Batayporã, até a rotatória da MS-473, na saída para o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). A execução do projeto iniciou pelos pontos extremos do trecho e está programada para chegar à área central em fevereiro.


Devido à intervenção, que impactará o trânsito local, o prefeito Gilberto Garcia determinou ao secretário de Infraestrutura, Júlio César Marques, que promova ações de diálogo e apresentação do projeto de revitalização. Por isso, nesta terça-feira (9) o titular da pasta esteve na Associação Empresarial de Nova Andradina (Acina) esclarecendo os benefícios da obra a fim de buscar apoio durante o período de execução.


Segundo o Secretário, o projeto irá dinamizar a área central, especialmente nas praças que configuram o cruzamento entre as avenidas Antônio Joaquim de Moura Andrade e Eurico Soares de Andrade. "A construção de ciclovias nas avenidas irá priorizar a segurança dos pedestres e ciclistas, além de promover conexões com o restante da cidade e criar um espaço de lazer para caminhadas”, afirmou.


Marques revelou que o projeto incluirá a colocação de pavers e a elevação do nível da pavimentação para o mesmo patamar do calçamento. Essa iniciativa, sonho antigo do prefeito Gilberto Garcia, visa criar um cartão postal de Nova Andradina, promovendo a integração das quatro praças situadas no centro da cidade.


O prefeito Gilberto Garcia expressa sua satisfação, afirmando que a obra é um passo significativo para a concretização desse desejo, que não apenas transformará a paisagem urbana, mas também proporcionará mais qualidade de vida à comunidade de Nova Andradina.


O Secretário ressaltou ainda que a obra está alinhada ao projeto de mobilidade urbana para melhorar o fluxo na cidade.


A presidente da Acina, Vanessa Ortega Feitoza, expressou otimismo quanto ao impacto positivo da obra no comércio local após a conclusão. "Tudo o que vem para melhorar o aspecto de Nova Andradina acrescenta em nosso comércio. A ciclovia irá ajudar na mobilidade dos ciclistas na área central, além de proporcionar um local de lazer para as famílias. Isso tudo contribui para fortalecer o comércio local", afirmou.

Comentários


bottom of page