top of page
  • JD1

Na estreia de Fernando Diniz, Brasil encara a Bolívia pelas Eliminatórias da Copa

Técnico do Fluminense assume seleção brasileira como interino, mirando vaga no torneio de 2026

O Brasil inicia sua trajetória nas Eliminatórias da Copa do Mundo contra a Bolívia, nesta sexta-feira (8), de um jeito diferente. Na beira do gramado estará o técnico Fernando Diniz, do Fluminense, que assumiu a seleção de maneira interina até a chegada definitiva de um treinador.


O confronto desta noite está marcado para acontecer no Estádio Mangueirão, em Belém, às 20h45 (horário de Mato Grosso do Sul).


A expectativa é que Diniz leve a campo a seguinte formação: Ederson, Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Renan Lodi; Casemiro, Bruno Guimarães, Neymar e Rodrygo; Raphinha e Richarlison.


Fora das primeiras listas depois da Copa de 2022, feitas por Ramon Menezes, Neymar, agora atuando no Al-Hilal, da Arábia Saudita, tem a chance de fazer história no Mangueirão. Se marcar, chega a 78 gols pelo Brasil, ultrapassa Pelé e se torna de forma isolada o maior artilheiro da história da seleção, conforme as contas da FIFA.


Depois da Bolívia, o Brasil enfrentará o Peru, em Lima, na próxima terça-feira (12), às 23h de Brasília. Com o aumento do número de participantes para 48 seleções na próxima Copa, agora as Eliminatórias Sul-Americanas fornecem seis vagas diretas e a possibilidade de mais uma na repescagem.


Como de costume, são dez países na disputa (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela) que se enfrentam em turno e returno, totalizando 18 partidas para cada equipe. A última rodada está prevista para acontecer em 9 de setembro de 2025. As seis primeiras rodadas serão disputadas ainda em 2023.

Commentaires


bottom of page