top of page
  • Dourados Agora

Morte de médico: suspeita é que ele tenha sido estrangulado após ser amarrado com cabo de energia


Equipe de papiloscopistas da perícia criminal da Polícia Civil deram início ao recolhimento de provas visando elucidar a morte do médico Gabriel Paschoal Rossi, 29 anos.


Segundo informações concedidas ao Dourados News pelo delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais) do 1º Distrito Policial de Dourados, Erasmo Cubas, a principal hipótese é morte violenta provocada por estrangulamento.


O médico, que trabalhava na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e no Hospital da Vida, foi encontrado em cima de uma cama com as mãos e pés amarrados por fio de energia de um aparelho de televisão.


A casa no bairro Vila Hilda onde Gabriel foi localizado é usada para locação por diárias.

Segundo vizinhos, o carro modelo HB20 que pertence à vítima estava estacionado em frente ao imóvel desde quinta-feira passada, dia 27 de julho.


Possíveis motivos e autoria do homicídio são sendo investigados.


Equipes da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul contam com o apoio do 3º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e da GMD (Guarda Municipal de Dourados).



Comments


bottom of page