top of page
  • Indoor Brasil

Hashioka pede CEPs por logradouro em cidades de MS com mais de 50 mil habitantes


 

O deputado estadual Roberto Hashioka (União Brasil) encaminhou indicação ao superintendente estadual dos Correios em Mato Grosso do Sul, João Edilson Oliveira Rocha, solicitando a realização de estudo e acordo de cooperação entre o órgão e os municípios sul-mato-grossenses com mais de 50 mil habitantes para implantação de novos códigos de endereçamento postal (CEPs) por logradouro (rua, travessa, avenida, alameda etc).


A indicação foi lida durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 5, da Assembleia Legislativa, e visa incitar os Correios a acompanhar o crescimento dos municípios do Estado, adequando os códigos postais à sua realidade atual.


A intenção, com a mudança nos CEPs, é organizar, agilizar e facilitar a postagem, localização e distribuição das correspondências de forma lógica, bem como georreferenciar com mais precisão o território. Em regra, os municípios com população inferior a 50 mil pessoas residentes na sede urbana são codificados com um único CEP, válido para todo o município, e aqueles com população superior a esse valor recebem códigos diferenciados por logradouro.


Conforme informações dos Correios, as cidades que se encaixam no perfil são Nova Andradina, Naviraí e Sidrolândia, haja vista que Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas, Corumbá e Campo Grande já possuem CEPs distintos. O parlamentar encaminhou cópia do documento aos prefeitos das cidades citadas.

Comments


bottom of page