top of page
  • Midiamax

Em reunião, Riedel pede congelamento de pedágio para CCR poder alongar concessão em 15 anos

A agência e a empresa estiveram em reunião nessa terça-feira (5) e concessionária 'não abriu mão' do reajuste do pedágio


Em reunião na manhã desta quarta-feira (6), o governador Eduardo Riedel (PSDB) conversou com representantes da CCR MSVia e da direção da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para discutirem sobre cancelamento de 16,8% de reajuste no pedágio da BR-163. A agência e a empresa estiveram em reunião nessa terça-feira (5) e concessionária 'não abriu mão' do reajuste do pedágio.


Conforme divulgado pela assessoria de comunicação do Governo, para a renovação do contrato da empresa em mais 15 anos, Riedel pediu o congelamento do valor do pedágio e grandes investimentos no trecho.


A proposta, enviada pelo Ministério dos Transportes, já tem o aval do Governo do Estado e agora segue para avaliação do TCU (Tribunal de Contas da União). O órgão deve fazer a validação em 30 dias, caso seja positiva, até o final do ano será feita a renovação de contrato, para que os investimentos sejam retomados o mais breve possível na BR-163.


O secretário de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, que o Governo do Estado está mediando uma solução para a rodovia, para que os investimentos e melhorias retornem. “Agora depende do TCU validar isto e a gente terá um investimento de quase R$ 12 bilhões na BR-163, que é importante para todos. Os 18 municípios também serão beneficiados com aumento de ISS”, completou.


O secretário adiantou que a CCR ainda tinha 20 de contrato de concessão e neste novo modelo vai estender este prazo por mais 15 anos. “Vai ter uma duplicação da rodovia de forma gradativa, foram apontadas as reivindicações dos municípios e a CCR entendeu que eram necessários. O ministro também validou os pedidos do Governo”.


Investimento na rodovia

O diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, participou da reunião e disse que a alternativa que segue em curso tem como objetivo retomar os investimentos na rodovia o mais breve possível. “Tratamos aqui esta alternativa no contrato da concessão. Estamos tentando achar caminhos para que os investimentos sejam retomados na rodovia. Nós da ANTT temos esta missão de harmonizar todos os interesses, em um projeto que possam entregar mais ao cidadão sul-mato-grossense”.


Vitale acredita que nos próximos dias o projeto vai se consolidar e assim apresentar à sociedade uma nova perspectiva para BR-163. “Estamos trabalhando nesta alternativa para que os investimentos voltem mais rapidamente. Estamos bem otimistas”.

留言


bottom of page