top of page
  • EnfoqueMS

Correios lançam campanha para atender cartinhas de Natal em MS

Segundo Correios, pedidos costumam ser por brinquedos mais simples, como carrinhos, bolas e bonecas

Cartinhas serão enviadas pela internet (Foto: Correios/Divulgação)

A campanha dos Correios de adoção de cartinhas de Natal de 2023 começou em Mato Grosso do Sul. Qualquer pessoa pode participar da campanha e fazer a alegria de uma criança. Pessoas interessadas em participar da ação têm até 17 de dezembro para adotar cartas de crianças com pedidos de presentes para o Natal, que devem ser entregues até o dia 20 do próximo mês.


A campanha Papai Noel dos Correios 2023 foi lançada ontem (8) no Estado, após o lançamento nacional, na última segunda-feira (7). O evento marcou o início do período de adoção das cartas no Estado, de forma física e digital.


No Estado, 17 municípios participam da campanha. A relação de cidades está disponível no Blog do Noel. Na Capital, a adoção pode ser feita em quatro locais: na agência da Av. Calógeras, na unidade em frente à antiga rodoviária e em dois locais no shopping Campo Grande – na agência dos Correios e em um stand da praça central. O envio das cartas pode ser feito até 20/11 para crianças que atendem aos critérios da campanha.


A campanha

Há 34 anos, o Papai Noel dos Correios disponibiliza cartas com pedidos de crianças matriculadas do 1º ao 5º ano do ensino Fundamental, independentemente da idade, de escolas da rede pública e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos.


Desde 2010, os Correios estabeleceram parcerias com as Secretarias de Educação, a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP, bem como promover a inclusão social. Também são selecionadas e disponibilizadas para adoção as cartas enviadas por crianças da sociedade com até 10 anos de idade em situação de vulnerabilidade social.


Em Mato Grosso do Sul, mais de 6 mil cartinhas já foram cadastradas neste ano. Só em Campo Grande, 26 escolas públicas participam do projeto, que tem como objetivo incentivar a escrita por meio das cartinhas – propagando, entre as crianças, valores como solidariedade e esperança-, e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.


Como enviar uma carta

Como incentivadores da criatividade e da redação de textos, os Correios requisitam que as cartas sejam manuscritas. Além disso, no cadastramento será exigido o CPF da criança. O envio pode ser feito de duas formas: nas agências participantes ou pelo Blog do Noel.


Para cartas enviadas digitalmente, é necessário fotografar ou digitalizar para envio ao Blog. Atendendo aos critérios, as cartas são disponibilizadas para adoção. É importante ressaltar que não são selecionadas cartas que contenham endereço, telefone ou foto da criança.


Padrinhos e madrinhas

Para adotar uma ou mais cartinhas, é só retirar em uma unidade participante da ação ou acessar o blog da campanha. Na página, clique em “Adoção On-line” e siga os passos. Para visualizar as cartinhas disponíveis em cada cidade ou município, é necessário escolher a localidade. Aqueles que desejam tirar sonhos do papel devem ficar atentos às diferentes datas de início e fim da campanha em cada estado.


Fique atento: os Correios não distribuem cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartinhas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados no blog. E para que a empresa possa acompanhar as adoções e as entregas dos presentes, os padrinhos devem cadastrar o CPF ou CNPJ.

A entrega de presentes deverá ser feita presencialmente, no ponto de entrega mais próximo da localidade indicada no Blog e conforme cronograma da campanha. Os presentes precisam estar identificados com as informações da cartinha.

Opmerkingen


bottom of page