top of page
  • JD1

Conselheiro tutelar suspeito de agressão a criança é destituído do cargo na Capital

A destituição de Daniel Castro Lima, foi publicada no Diário Oficial de Campo Grande

Na última quinta-feira (18), o Diário Oficial de Campo Grande trouxe a publicação da destituição do conselheiro tutelar, Daniel Castro Lima. Ele é suspeito de agressão a uma criança de 9 anos em um posto de saúde. Daniel fazia parte do grupo dos 40 novos conselheiros tutelares da capital e foi substituído por Alice Arakaki Yamazaki.


A agressão teria ocorrido em agosto do ano passado, na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do Jardim Paradiso, em Campo Grande, onde Daniel atuava como técnico de enfermagem. 


Segundo informações do boletim de ocorrência obtido pelo JD1 Notícias, a mãe do menino levou-o para a retirada de pontos de uma cirurgia na cabeça. Durante o atendimento, o conselheiro teria proferido ameaças, afirmando que o procedimento seria doloroso e necessitaria de várias pessoas para contê-lo.


Ao retornar da outra sala, Daniel teria dado um tapa na parte de trás da cabeça da criança. A mãe solicitou que ele não realizasse o procedimento, que foi, então, conduzido por outros quatro profissionais de saúde da UBSF.


O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil, que encaminhou à Justiça. Segundo informações apuradas pelo JD1 Notícias, Daniel possui diversas anotações policiais, incluindo casos de violência doméstica, furto, condução de veículo com características alteradas, injúria, lesão corporal no âmbito de violência doméstica, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, entre outros.

Comments


bottom of page