top of page
  • MS.gov

Com possibilidade de novas chamadas para alunos, curso de Direito da UEMS em Bataguassu inicia aulas



Divulgação

O curso de Direito da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), em Bataguassu, iniciou as aulas da primeira turma esta semana. Os primeiros alunos do curso, que passou a ser oferecido este ano, são de municípios da região, além de Bataguassu, também de Santa Rita do Pardo, Anaurilândia, Brasilândia e outras cidades do Estado, além do interior de São Paulo.

"É mais uma conquista da UEMS, em parceria com o Governo do Estado, que oportuniza a região de Bataguassu, o curso de Direito que vem a somar com toda a dinâmica de desenvolvimento da região. Isso nos orgulha muito porque estamos em um momento de expansão, consolidação e fortalecimento da UEMS, em seus 30 anos, e abre várias possibilidades para outros cursos", disse o reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho.

O coordenador do curso, Lúcio Flávio Joichi Sunakozawa, explica que para a primeira turma de Direito da UEMS em Bataguassu, foram disponibilizadas 50 vagas. “É uma oportunidade única estudar em uma universidade estadual pública. Aqui na região as universidades públicas mais próximas são em Três Lagoas, e no estado de São Paulo, é só em Campinas. Então é muito bom ver o interesse e a procura da população, especialmente de Mato Grosso do Sul”.

Mesmo após o início das aulas, nesta segunda-feira (26), a universidade vai continuar a oferecer as vagas remanescentes por meio de novas chamadas. Por isso é importante que os interessados acompanhem o site da instituição. “O período de matrícula teve início em janeiro, mas algumas pessoas que fizeram no começo, saíram para cursar em outras universidades, é comum acontecer essa rotatividade. Por isso é importante que todos fiquem atentos, para as chamadas, o prazo de matrícula é curto”, afirmou Lúcio Flávio.

Foram oferecidas 26 vagas para ingresso por meio do vestibular e outras 24 para ingresso por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2024, totalizando as 50 vagas, inclusive com oferta para ampla concorrência, negros, indígenas, 3residentes em Mato Grosso do Sul para PCD (pessoa com deficiência).

As aulas do curso de Direito, terão cinco anos de duração, e ocorrem no período noturno. Um convênio entre a UEMS e a Prefeitura Municipal permitiu que a universidade atendesse os alunos de maneira presencial no CEJA (Centro de Educação Juventude do Amanhã). “Estamos bem instalados, é uma ótima estrutura física”, disse o coordenador do curso.

Comments


bottom of page