top of page
  • JD1

Ciclista morta em Três Lagoas retornava para casa e trabalhava em escola infantil

Lourdes Ferreira atuava como auxiliar escolar no CEI Olga Salati


A ciclista Lourdes Ferreira de Oliveira Ranucci, de 51 anos, morta após ser atropelada por uma carreta no final da tarde desta terça-feira (3), em Três Lagoas, retornava para sua casa após mais um dia de expediente no Centro de Educação Infantil Olga Salati, onde atuava como auxiliar escolar.


A vítima estava em uma bicicleta elétrica quando foi atingida pelo veículo longo, acoplado com um prancha e em decorrência do acidente, Lourdes teve o crânio e o tórax esmagados, morrendo na hora e não tendo tempo de ser socorrida.


Colegas de profissão e que atuavam com a auxiliar na unidade escolar lamentaram bastante a situação.


Segundo informações do site Rádio Caçula, Ranucci foi atropelada no cruzamento da Avenida Ranulpho Marques Leal com a Rua Paranaíba. Em estado de choque, o motorista precisou de atendimento e não conseguiu explicar o acidente.


A equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas nada pode fazer. A Polícia Rodoviária Federal também atuou na ocorrência.

Comments


bottom of page