top of page
  • EnfoqueMS

Candidato do Enem deve evitar bebida alcoólica e caprichar na alimentação

Especialistas sugerem alimentos leves e hidratação constante para não prejudicar a concentração nem a rapidez de raciocínio

Para enfrentar as cinco horas e meia de prova neste domingo (5), os 3,9 milhões de inscritos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) devem preparar comidas que os ajudem a manter o raciocínio lógico e o bom desempenho. Portanto, nada de balada nem de bebidas alcoólicas neste fim de semana. Deixe para sair quando for para comemorar.


Como a prova será realizada no horário do almoço, Jackeline Pires, professora do curso de nutrição da Faculdade Anhanguera, afirma que os estudantes devem se alimentar bem antes do teste e também levar um lanche leve para comer durante o exame.


Segundo a especialista, ficar com fome pode ser prejudicial para o raciocínio, para o corpo e para o desempenho. “O cérebro é um órgão que requer uma quantidade significativa de energia para funcionar adequadamente, e a falta de alimento pode afetar negativamente suas funções.”


A principal dificuldade do candidato com fome é a diminuição da capacidade de se concentrar. Mas ela pode ainda prejudicar o raciocínio lógico, a memória e o processo de retenção de informações. Devido à queda dos níveis de glicose no sangue, o estudante pode sofrer com ansiedade, irritabilidade e baixa energia.


O que comer no sábado?

Na noite anterior ao Enem, Jackeline sugere jantar cedo para dar tempo de fazer uma boa digestão e ter uma noite de sono tranquila. A dica é priorizar arroz, feijão, ervilha, lentilha e grão de bico, que ajudam no desempenho intelectual. Couve, brócolis, cenoura, espinafre, tomate e abobrinha são opções boas de vegetais.


O biomédico João Leonardo lembra que não se deve consumir cafeína nem praticar atividades físicas intensas na noite anterior à prova para manter a qualidade do sono. Ele sugere algumas dicas simples:


• Crie um ambiente de sono com pouca luz

• Desligue a televisão, o celular e o computador na hora de dormir

• Não beba nem coma alimentos com cafeína à noite

• Reduza as atividades com alto nível de estímulos físicos e mentais

• Tome um banho quente antes de dormir


No café da manhã também é preciso tomar cuidado com a cafeína, que pode causar efeitos colaterais como dor de cabeça. O ideal é beber a quantidade de café com a qual está acostumado. Jackeline destaca frutas, granola, aveia e pão integral.


O almoço também deve ser leve e feito em casa, com calma. Evite frituras e comidas diferentes. Cenoura, brócolis, alface, tomate, batata-doce e arroz integral são exemplos de carboidratos de baixo índice glicêmico que ajudam a manter a energia até o momento de prova, por demorarem mais tempo para serem digeridos.


Quais lanches levar?

Como o inscrito já almoçou em casa, os alimentos levados para o exame devem ser lanches de fácil consumo e que não façam muita sujeira. Frutas como maçã, banana, sanduíches naturais e biscoitos integrais são ótimas opções.


Só são permitidos alimentos sem rótulos e em recipientes transparentes, incluindo a garrafinha de água.


A especialista destaca a importância da hidratação constante. Afinal, a água é responsável pelo transporte de nutrientes, minerais e oxigênio para as células do corpo

Comments


bottom of page