top of page
  • JD1

Candidato à presidência no Equador é assassinado com 3 tiros na cabeça

Fernando Villavicencio foi atingido enquanto deixava encontro político em Quito

O candidato a presidência do Equador, Fernando Villavicencio, de 59 anos, foi assassinado na noite desta quarta-feira (9) com pelo menos três disparos na cabeça na cidade de Quito.


O político deixava um encontro político e mesmo rodeado de seguranças e apoiadores, foi atingindo assim que entrava em seu carro.


Além de ser candidato à presidência, Villavicencio era jornalista investigativo, líder sindical e ex-membro da Assembleia Nacional do Equador.


As eleições no Equador estão marcadas para o dia 20 de agosto. Segundo pesquisa de intenção de voto publicada pelo jornal "El Universo", na terça-feira (8), Villavicencio aparecia em 5º lugar.


Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram o momento em que o candidato é atacado pelos pistoleiros.


Cerca de 9 pessoas ficaram feridas no ataque e um suspeito de participar do crime teria sido morto em confronto com os seguranças do comitê onde acontecia o evento.

Commentaires


bottom of page