top of page
  • EnfoqueMS

Bolsa Família terá extra de R$ 50 para família com bebê de até 7 meses

Pagamento começa a partir do dia 18; adicional é somado à parcela de R$ 600, além de R$ 150 por dependente menor de 7 anos

O Bolsa Família vai pagar a partir deste mês um adicional de R$ 50 para as famílias com bebê de até sete meses. O calendário do programa começa na próxima quarta-feira (18), para os beneficiários com final 1 do NIS (Número de Inscrição Social), e vai até o dia 31 (veja as datas abaixo).


O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social confirmou o repasse do novo benefício a partir de outubro, mas não informou o número de famílias que vão receber.


Segundo a pasta, no momento, a folha de pagamento está em fase de processamento.


O Benefício Variável Familiar Nutriz será somado à parcela de R$ 600, paga mensalmente, mais o Benefício Primeira Infância, para crianças de zero a seis anos, de R$ 150. Com isso, a família poderá receber um total de R$ 800 mensais.


Outro extra de R$ 50 que começou em julho é o Benefício Variável Familiar, concedido a gestantes, crianças a partir de 7 anos e adolescentes com idade entre 12 e 18 anos.


Neste mês também haverá o Auxílio Gás, concedido a cada dois meses às famílias em situação de maior vulnerabilidade. O valor é de R$ 108, o que corresponde a 100% do valor da média nacional do botijão de gás de cozinha de 13 quilos.


Atualmente, o auxílio é destinado a famílias em situação de pobreza, com renda mensal per capita de até R$ 218, que estejam devidamente inscritas no CadÚnico (Cadastro Único).


Calendário de pagamento de outubro

• NIS com final 1: dia 18 • NIS com final 2: dia 190 • NIS com final 3: dia 20 • NIS com final 4: dia 23 • NIS com final 5: dia 24 • NIS com final 6: dia 25 • NIS com final 7: dia 26 • NIS com final 8: dia 27 • NIS com final 9: dia 30 • NIS com final 0: dia 31


Os valores do Bolsa Família

• R$ 600 — valor mínimo pago por família • R$ 150 — adicional pago por criança de até 7 anos • R$ 50 — adicional para gestantes e lactantes • R$ 50 — adicional por criança ou adolescente (de 7 a 18 anos) • R$ 50 — adicional por bebê de até sete meses


Consulta e saque

Informações sobre os valores que serão liberados podem ser consultadas nos aplicativos do Bolsa Família e Caixa Tem ou pelo telefone 111.

Quem recebe as parcelas do programa social pelo Caixa Tem, em conta poupança social digital, pode movimentar os recursos pelo aplicativo. Para saque, as opções são os terminais de autoatendimento do banco, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e agências da CEF.

O cartão do programa também pode ser usado diretamente para pagar compras nos estabelecimentos comerciais, por meio da função débito.


Quem tem direito ao Bolsa Família?

Para ter direito ao Bolsa Família, a principal regra é que a renda de cada pessoa da família seja de, no máximo, R$ 218 por mês. Ou seja, se um integrante da família recebe um salário mínimo (R$ 1.320), e nessa família há sete pessoas, a renda de cada um é de R$ 188.

Como está abaixo do limite de R$ 218 por pessoa, essa família tem o direito de receber o benefício.


Além disso, para permanecer no programa, é exigida a frequência escolar de crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos das famílias beneficiárias, o acompanhamento pré-natal das gestantes, o acompanhamento nutricional das crianças de até 6 anos e a manutenção da caderneta de vacinação atualizada.


A família elegível precisa estar inscrita no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), com os dados corretos e atualizados, além de atender aos critérios

Komentarze


bottom of page