top of page
  • PMB

Batayporã inicia campanha de vacinação contra a Influenza nesta quarta-feira (20)



Foto: Arquivo Prefeitura de Batayporã

A Secretaria Municipal de Saúde de Batayporã inicia nesta quarta-feira (20) a campanha anual de imunização contra o vírus da Influenza (gripe). A imunização será ofertada na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Santa Luzia, das 7h30 às 10h30 e das 13h às 16h30. Além de ter sido adiantada pelo Ministério da Saúde, outro diferencial da campanha está em já iniciar com todos os grupos prioritários incluídos.

Conforme explicou a enfermeira coordenadora municipal de imunização, Angela Rocha, a decisão do Ministério da Saúde se deve ao aumento da circulação de vírus respiratórios no país. "Geralmente, a vacinação contra a influenza é promovida nos meses de abril e maio. O adiantamento visa evitar que esse cenário se torne crítico, ainda mais com este período de seca que muitas regiões têm vivido. É um fator que piora os quadros respiratórios", destacou a profissional.

"Outra observação é que a vacina vai requerer identificação nominal. Ou seja, só será aplicada mediante apresentação do CPF ou o Cartão Nacional de Saúde, o CNS", complementou Angela. De acordo com o Ministério da Saúde, "a vacina utilizada é trivalente, ou seja, apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação, protegendo contra os principais vírus em circulação no Brasil".

Outro diferencial, é que a vacina influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. "Isso é muito importante, porque a população pode ir se prevenir contra a gripe e também já atualizar toda a carteirinha recebendo os demais imunizantes que podem estar em atraso", ressaltou a coordenadora.

Podem se vacinar:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;

Trabalhadores da Saúde;

Gestantes;

Puérperas;

Professores dos ensinos básico e superior (necessita de comprovação);

Povos indígenas;

Idosos com 60 anos ou mais;

Pessoas em situação de rua;

Profissionais das forças de segurança e de salvamento;

Profissionais das Forças Armadas;

Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);

Pessoas com deficiência permanente;

Caminhoneiros (necessita de comprovação);

Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso) (necessita de comprovação);

Trabalhadores portuários;

Funcionários do sistema de privação de liberdade;

População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

Crianças que vão receber o imunizante da influenza pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias entre cada dose. Pessoas que receberam vacina contra a dengue devem aguardar 30 dias para receber qualquer outro imunizante.

Dengue e Covid-19

Vale ressaltar que as campanhas de vacinação contra a Dengue e Covid-19 continuam sendo executadas. A vacina contra a dengue, no momento, é ofertada a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, porém, ela não pode ser ministrada juntamente com outros imunizantes. É necessário um intervalo de 30 dias. A vacinação contra a Covid-19 inclui bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos. A população também deve procurar os imunizantes na ESF Santa Luzia.

Comments


bottom of page