top of page
  • JD1

Assassino de jogador de futebol em Sete Quedas é preso quase dois meses após crime

Danilo Silva estava escondido em uma residência na cidade de Iguatemi

Danilo Alves Vieira da Silva, de 19 anos, principal suspeito de assassinar e esquartejar o jogador de futebol Hugo Vinícius Skulny Pedrosa, de 19 anos, em Sete Quedas - a 472 quilômetros de Campo Grande, foi preso nesta quarta-feira (16) após o cumprimento de mandado de prisão preventiva feito pela Polícia Civil.


O crime bárbaro aconteceu no dia 25 de junho deste ano, quando o jovem jogador foi dado como desaparecido pela família após ir a uma festa e ficou por dias sem ser visto, até que partes do seu corpo foram encontrados.


O assassino estava escondido em uma casa de difícil acesso em Iguatemi - a 97 quilômetros de Sete Quedas. Ele não ofereceu resistência e foi levado para a delegacia da cidade, onde poderá ser ouvido ou transferido para a delegacia que investigou o caso.

Inicialmente, uma das suspeitas da polícia era de que o indivíduo teria se refugiado no Paraguai. Assim, tanto a Polícia Civil de MS como a Polícia Nacional do Paraguai ficaram em alerta sobre essa possibilidade, já que as cidades são fronteiriças.

O caso chocou a cidade que conta com 11 mil habitantes e interrompeu o sonho do garoto de seguir a carreira no futebol.

Hugo foi morto com três tiros e teve o corpo esquartejado e jogado no Rio Iguatemi. Três pessoas são suspeitas, entre elas, a ex-namorada de Hugo, identificada como Rubia Joice de Oliver Luivisetto, de 21 anos, um amigo dela e Danilo, que era ficante da mulher.


Comments


bottom of page