top of page
  • Top Mídia News

Após perder parte do dedo, frentista tenta localizar motorista que o atropelou



Foto: TopMídiaNews

Após ter parte do dedo da mão amputado, o frentista Elienai da Cruz Vera, de 28 anos, tenta localizar o condutor de um veículo Fiat Uno, que o atropelou na noite da última sexta-feira (19), na Rua Soltou Maior, na região do bairro Tijuca, em Campo Grande. O frentista estava de moto e na companhia do enteado que também ficou ferido.

Câmera de segurança registrou o momento em que o veículo invadiu a contramão e atingiu a moto onde estava Elienai e seu enteado. O motorista fugiu sem prestar socorro às vítimas.

O frentista e o enteado foram socorridos pelo Samu e encaminhados para a UPA do Coronel Antonino, mas devido à gravidade, Elienai foi transferido para a Santa Casa onde passou por cirurgia e perdeu parte do dedo da mão.

Desde quando recebeu alta médica, Elienai conta que está tendo que arcar sozinho com as despesas dos medicamentos dele e também do seu enteado. Além disso, ele também está ficou com o prejuízo dos danos causado em sua motocicleta. Agora, ele tenta localizar o condutor do veículo para arcar com as despesas. 

“Não está sendo fácil arcar com esses gastos sozinho, queremos localizar o motorista para nos ajudar com as despesas dos remédios e também dos danos com os danos causados na moto, que uso para trabalhar”, disse o homem.

Ainda segundo o frentista, o veículo Fiat Uno, de cor vermelha, foi avistado pelas ruas da região. O carro está sem retrovisor do lado do motorista e o farol do mesmo lado está quebrado. 

Após o episódio, o frentista registrou um boletim de ocorrência foi registrado. Quem ver o veículo ou reconhecer o proprietário, pode entram em contato pelo (67) 9 9165-1403, ou 190, Polícia Militar.

Comments


bottom of page