top of page
  • PMB

Agentes intensificam fiscalização contra a dengue em Batayporã

Agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde reforçam trabalho de inspeção, orientação e notificação em todas as regiões do município


Foto/Reprodução: PMB

A Secretaria Municipal de Saúde de Batayporã reforça a prevenção à dengue a partir de mutirão de fiscalização desempenhado por agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde. As equipes têm percorrido todos os bairros intensificando a inspeção dos domicílios, eliminação dos focos do mosquito transmissor da doença, orientações aos moradores, além de realizar notificação nos casos necessários.


De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde, Ângela Rocha, o objetivo é prevenir a alta dos casos de dengue no período de calor e chuvas. “Esse clima é propício para o mosquito se proliferar. Porém, vale lembrar que o combate à dengue é de responsabilidade de toda a população e não só da Saúde. É de suma importância que cada morador tenha o hábito de conferir seu quintal após a chuva e não deixar nenhum criadouro para o mosquito”, afirmou.


Somadas ao risco da doença, já que o mosquito transmissor, o aedes-aegypti, põe seus ovos em recipientes com água parada, as altas temperaturas trazem também o perigo dos acidentes com animais peçonhentos. “Os ambientes quentes e úmidos atraem insetos e seus predadores. Outra preocupação nossa são os escorpiões, que se alimentam de baratas, mosquitos, formigas, etc...”, complementou a coordenadora.


Negligência gera multa

Além da dengue, o aedes-aegypti é responsável pela transmissão da zyca e da chikungunya. Todas as doenças são extremamente perigosas e podem levar as vítimas a óbito.


A penalização para quem acumula lixo, entulho e outros materiais que podem se tornar focos do aedes-aegypti não é novidade. O procedimento é previsto pela Lei Estadual n. 4.812, de 7 de janeiro de 2016, e pela Lei Complementar Municipal n. 008, de 24 de junho de 2013.


A população pode denunciar locais com focos do mosquito da dengue à Vigilância Entomológica por meio dos telefones 67 3443 3187 e 99213 6498.

コメント


bottom of page