top of page
  • JD1

Adriane lamenta morte de campo-grandense em assalto no Rio de Janeiro

"Partida tão abrupta e dolorosa", disse prefeita nas redes sociais


Gabriel foi vítima de latrocínio no Rio de Janeiro (Redes Sociais)

A prefeita Adriane Lopes usou as redes sociais para lamentar a morte do campo-grandense Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, vítima de um latrocínio na madrugada deste domingo (19) na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.


O estudante de Engenharia Aeronáutica era filho da secretária-adjunta da Secretaria de Assistência Social de Campo Grande, Inês Mongenot.


"É com o coração pesado que expresso os meus mais profundos sentimentos pela perda do seu amado filho Inês Mongenot. Diante de uma partida tão abrupta e dolorosa, espero que você e sua família encontrem em Deus a serenidade necessária para lidar com este momento desafiador", escreveu Adriane.


A prefeita se colocou à disposição da família para "o que for preciso". "Neste período de tamanha tristeza, desejo que a paz seja o refúgio que os console e guie na jornada de superação. Que a lembrança do seu filho Gabriel seja um farol de amor e que vocês encontrem conforto nos momentos mais difíceis".


Relembre - Gabriel estava no Rio de Janeiro para acompanhar o show da cantora norte-americana Taylor Swift. Mas, em decorrência da fatalidade com Ana Clara Benevides, o evento que aconteceria na noite de sábado (18), foi adiado para segunda-feira (20).


Sem o show, o jovem, acompanhado de um grupo de amigos, resolveu conhecer mais da cidade, porém, por volta das 3h da madrugada, acabou sendo vítima do crime. Seu corpo foi encontrado nas areias da Praia de Copacabana, com marcadas de perfurações por faca e sem seus pertences.


Após o assassinato, dois suspeitos, identificados como Anderson Henriques Brandão e Alan Ananias Cavalcante, foram detidos pela Polícia Militar do Rio.


Ambos tinham fecha criminal e haviam sido presos em flagrante na última sexta-feira (17), porém, foram soltos neste sábado (18) após audiência de custódia, menos de 12 horas antes do crime.

留言


bottom of page